Log In
Register

Signo de Taurus Full Album Lyrics

Taurus - Signo de Taurus cover art
Band
Album

Signo de Taurus

(1986)
TypeAlbum (Studio full-length)
GenresSpeed Metal, Thrash Metal
Album rating :  –
Votes :  0
Lyrics > T > Taurus Lyrics (32) > Signo de Taurus Lyrics (7)
Submitted by level 21 록스타 (2017-10-02)
1. Signo de Taurus (1:58) Instrumental
2. Mundo em Alerta (5:44)
Suas medalhas de general
Ambição após ambição
Suas medalhas de líder infernal
Colocando seu pacto em ação

Líder político e militar
Sua mente sobrenatural
Soldados do inferno a marchar
A batalha, o seu ideal

Líder nazista, líder infernal
A força de sua mente o mal

O mundo em alerta
O império de um anticristo
Marcham para a conquista
De seu grande ideal

Judeus pagam com a vida
O mundo paga com a guerra
Todos gritam pela paz
Arianos gritam pela guerra

Líder nazista, líder infernal
A força de sua mente o mal

Führer, seu império eliminado
Führer
Führer, sua mente destruída
Führer

Suas medalhas de general
Destruídas por sua ambição
Sua medalhas de líder infernal
Enterradas por sua vingança

Comandos alemãs destruídos
Bloqueados por grandes forças
Hitler e seus soldados
Todos, todos destruídos

Líder nazista, líder infernal
A força de sua mente o mal
Líder nazista, líder infernal
Sua ambição, a destruição
3. Massacre (4:42)
Vou a guerra, lutar
Por um ideal
Minha alma, doar
Pelo metal

Vejo a glória, chegar
Com o sangue
Dos falsos, matar
Até o final
Massacre infernal
Arma final
Salve o metal

Todos se unirão ao metal
Para assim, termos a glória
E construir um império
Um império imortal

Vou a guerra, lutar
Por um ideal
Minha alma, doar
Pelo metal
Massacre infernal
Arma final
Salve o metal
4. Império Humano (6:22)
De fogo e pedras
Surgiu este mundo
Agora reinado por uma mente maior

Surge o homem, o homem atual
Levando consigo uma força maior

Sua ambição é tão poderosa
Sua força é sua ambição

Levando o mundo
Guerra após guerra
Trazendo consigo armas mortais

Impérios reinados por loucos
Trazendo as forças ocultas
Levando o mundo à tristeza
Levando a miséria aos povos
Poder, sangue e glória
Eis o lema humano
Poder, vingança e ambição
Eis a causa de tudo

Isto sim é um império humano
Só vence aquele que tem o poder
Fome, pobreza, isso não importa
Seu interesse, o poder e a glória

Poder, sangue e glória
Eis o lema humano
Poder, vingança e ambição
Eis a causa de tudo
5. Batalha Final (4:26)
Surge o encontro do bem contra o mal
Impérios satânicos começam a se unir
Surgem então, o apocalipse final

Guerreiros malditos, enviados contra o bem
Trazendo suas armas
Feitiços e talismãs
Para vencer, a força do bem

Orgulho, ira, não mais existirão
Pois esta será, a terra do louvor
Até que termine, a batalha final

Armagedon, a batalha infernal
Armagedon, a batalha final

Guerras, conflitos, sangue derramado
A palma do bem contra a palma do mal
Luz e trevas continuam a lutar
Até que termine a batalha final

A batalha final
6. Damien (3:45)
Outra vez surge este ser
O filho das trevas
Sua missão é destruir
Raça humana, eliminar

Marcado pelo sinal da besta
A trindade das trevas
Esta é a profecia
De um chacal chamado

Damien, Damien
O fogo renasce, este é seu império
Damien, Damien
O fogo renasce, esta é a profecia

A profecia das profundezas
Das profundezas do inferno
Trevas, sangue e trevas
Renascem seus rituais

Lúcifer e seu anticristo
Reinam perante o homem
Discípulos os seguem as cegas
Suas almas queimam com o fogo

O mal em nosso mundo, tanto o esperava
Aclamando e gritando, o seu nome
Damien, o príncipe das trevas

Encravados no seu corpo
Sete punhais sagrados
Este será seu fim
A queda de Satã

Esta é a profecia
Esta é a profecia
Esta é a profecia
7. Rebelião dos Mortos (6:10)
Escorrem as lágrimas dos povos
Onde a guerra, os destruíram
Liderados por falsos comandos
Que trouxe ao mundo derrotas

Uma voz renasce os mortos
Bárbaros ergam suas armas
Liderados por grandes comandos
Erguendo o mundo à vitórias
Rebelião, guerra, revolta
Surge de um povo animal
Sangue, deserto, miséria
Resto do eterno e grande mal

Vagando pelo céu – o mal
Revolta e armas – se unem
3ª grande guerra – o final
Vivos pedirão – a morte

Profetas julgavam o mundo
Todos honestos – bastardos
Julgavam o que é certo e errado
Complô de sujos políticos

Reviver o mundo com glória
Tarefa de vivos ou mortos
Graças a forte guerreiros
Renasce uma nova esperança
Rebelião, guerra, revolta
Surge de um povo animal
Sangue, deserto, miséria
Resto do eterno e grande mal
8. Falsos Comandos (6:37)
Seres humanos, com a violência
Criaram o seu próprio, mundo cruel
Suas criações, como bombas e armas
Destróem aqueles, que fogem as regras

Morte e guerra
A todos os falsos
Morte e guerra
Aos falsos comandos

O poder, de grandes comandos
Das grandes nações, que assassinam seus povos

Todos alegam, serem inocentes
Afinal, de quem é a culpa
Todos falsos, falsos profetas
Queimarão este mundo, com armas e guerra
Info / Statistics
Artists : 34,220
Reviews : 7,812
Albums : 121,732
Lyrics : 149,276